sábado, 13 de outubro de 2012

Pôr-me a mexer...

Está a fazer um mês que voltei ao ginásio, ao fim de vários anos sem lá por os pés.
O peso a mais, o não gostar totalmente da minha forma física e a vontade de voltar a fazer exercício, conseguiram ter mais força que a preguicite aguda que vive em mim.
 Procurei a aula em grupo que me poderia agradar mais, e acabei a inscrever-me no ZUMBA.
No primeiro dia entro na sala, vejo toda a gente a tirar as sapatilhas e a pegar em colchões. Achei estranho... Mais estranho achei quando a monitora perguntou se tinham praticado a posição de pilates.
Mais uns minutos, a aula começa e foi quando reparei, que me tinha enganado no horário e estava na aula de PILATES.
Decidi ir ate ao fim e a verdade é que gostei tanto que pedi para ficar naquela aula a segunda-feira, fazendo zumba á quinta-feira. E estava a gostar das duas, não decidindo qual era mais interessante.
Devido a umas dores de costas que já tenho a algum tempo, hoje fui a uma fisioterapeuta, fazer uma massagem e ver o que se passava. Saí de lá toda partida (a massagem foi a valer e deixou-me sem forças) e com uma recomendação: Fazer apenas PILATES.


ZUMBA está fora de questão, pelo menos nos próximos três meses.
Pois é, infelizmente sofro de hipotrofia dos músculos (que é como quem diz, que tenho pouco músculo e os que tenho são fraquinhos) e como tal, tenho que os tonificar e aumentar e depois sim posso abusar do exercício. E tenho de comer bastantes proteínas, para ajudar a que os músculos se desenvolvam melhor.
Lá foi eu ficar expert em PILATES e aí de quem me dizer que aquilo não é exercício .. Vão experimentar uma aula e depois digam-me como foi.

"Toca a encolher o abdominal e a encostar o umbigo as costas... e manter-se assim durante a aula toda"

1 comentário:

Cristinix disse...

Eu faço Pilates à segunda feira e Zumba à quinta-feira.
E Pilates não é tão fácil como parece!

Beijinhos.