domingo, 25 de novembro de 2012

Happiness

E mais um fim de semana que esta a chegar ao fim.
Ultimamente tenho andado mais calma, a apreciar realmente o que me rodeia e me faz feliz.

Finalmente "reconheci" para mim própria que o meu trabalho actual é o ideal neste momento.
Ao fim de 5 meses, depois de me habituar a ter a minha mãe todos os dias, a partilhar o mesmo local de trabalho, a saber lidar com os colegas, a dedicar-me a aprender mais sobre o que tenho de desenvolver (a estatística tornou-se a minha melhor amiga)... depois de uma auditoria que me correu bem (Very good, very good) e de um sorriso do chefe, por ter conseguido... depois de ver o trabalho recompensado monetariamente (o € não traz felicidade, mas ajuda a ter uma vida confortável) , cheguei aquele ponto em que, mesmo não sendo o trabalho de sonho que quero para mim (e será que alguém o consegue na realidade), me sinto feliz com o que consegui obter.
O próximo ano vai ser um ano mais complicado, para todos nós, mas acredito que se continuar a dar o litro, no local onde estou, vou ser recompensada a longo prazo e isso dá-me uma força extra, uma vontade de ir mais longe. Sou uma sortuda, é verdade... Mas também já passei por algumas experiências menos boas a nível profissional e se hoje estou onde me encontro, é porque nunca desisti nem me conformei e fui sempre á luta, a procura de melhor para mim.

A nível pessoal, ainda nem tudo está como quero, mas sinto-me mais serena.
Também ajuda o facto de a minha "pseudo-dieta" está a dar resultados.
Não sou de fazer dietas rigorosas, alem de que normalmente as mesmas só dão resultado temporário. Desde Setembro, alterei a minha alimentação, incorporei ainda mais legumes, cortei nas quantidades dos hidratos de carbono e simplesmente passei a fazer jantares mais leves (4 vezes por semana resume-se a uma boa sopa sem batata). Juntei a isto as aulas de pilates, que me fazem acima de tudo relaxar no final do dia e aprender a ter uma postura corporal mais correcta. Não me pesei ainda, nem esse é o objectivo. O objectivo é sentir-me bem, menos cansada, menos pesada e sentir a roupa mais larga e a cair-me melhor no corpo. E isso é exactamente o que se está a passar neste momento.
E isso deixa-me mais feliz e ainda com mais vontade de continuar.

O interessante nisto, é que desde que alterei a minha alimentação, fui a procura de novas receitas, novas formas criativas de comer mais saudavelmente, e redescobri uma paixão... a culinária. Voltei a ter vontade de cozinhar, de experimentar as receitas que vou encontrando, descobrir novas misturas de sabores e tem sido delicioso todo este percurso.

Este ano está a aproximar-se do fim, foi um ano atribulado, com alturas bem complicadas para mim... Mas também foi um ano de descoberta, de crescimento pessoal...
Mais uma vez senti diferenças a nível pessoal, interiormente e se no inicio estranhei, agora entranhei-as... E sinto-me feliz, porque sempre gostei de mudanças...



Resumindo, estou numa fase boa e sinto-me bem com a mesma.
E assim pretendo continuar...

Sem comentários: